Ouçam o novo EP dos BOX 2 BOX

sábado, 10 de novembro de 2012

Fogo posto em Novembro.

http://a-winter-garden.blogspot.pt/2012/10/blog-de-cara-nova-e-aquarelas-do-outono.html


Trocamos presenças
No frio da tarde
O Outono avançava
Mas nós não sabíamos
Era outra a verdade
Que agora dançava
E nós distraídos
Apenas bebíamos
Calores de Agosto
Em pleno Novembro
Melhor fogo posto
Que alguma vez lembro.

Pintavas sorrisos
Na tela do rosto
Ficamos perdidos
Sem qualquer desgosto
As mãos procuravam
Já reconhecidas
As pistas deixadas
Julgadas perdidas.

Ainda cá estavam
As mesma cartas
O mesmo jogo
Rolou sobre a mesa
E o dia findava
Naquele jardim
Mesmo Novembro
Que os anos por bem
Agora escondem
Bem longe de mim.

© Manuel Tavares 10/11/2012

2 comentários:

  1. Amar entre Novembro... o frio do colchão que se incendeia propositadamente... por corpos de ilusão:-) Belo poema.

    ResponderEliminar